Limiar 2 © | 2015 

ENDEREÇO

MAPA

Carrinho0

Alimentação pré-treino: dietas que podem ajudar seu rendimento

29/10/2015

 Alimentar-se corretamente antes e depois do treino é fundamental para o bom desempenho atlético, para aumentar o ganho de massa muscular e acelerar a perda de peso. A refeição pré-atividade física é importante para evitar a fadiga, a diminuição dos níveis de glicose no sangue (hipoglicemia), que provoca tonturas e mal-estar, e a queima de massa magra.

Como a glicose é a principal fonte de energia de nosso organismo, e pode ser obtida de diversas formas, quando há falta dessa substância em nosso corpo e os músculos estão fazendo seu trabalho -fornecendo potência para aguentarmos os exercícios- em contrapartida, precisam 'queimar' suas células para gerar energia. Isto acarreta em perda de massa magra, o que é extremamente prejudicial ao nosso corpo.

Para evitar isso e potencializar seu treinamento, a seguir vamos dar algumas dicas de alimentação pré-treino e algumas dietas eficazes para ajudar a atingir seus objetivos.

 

Fonte de energia

Como todos sabem os carboidratos são fontes de energia, uma vez que se transformam em glicose. Mas o que poucos conhecem, é que nem todos os alimentos com esse composto desempenham o mesmo papel e promovem os mesmos resultados. Refeições com carboidratos simples são rapidamente digeridas, aumentando a taxa de glicose no sangue, ocasionando picos de potência. Mas, ao mesmo tempo, também provocam bruscas quedas de energia, o que não faz bem ao nosso organismo e causa ‘apagões’, escurecendo nossa visão e provocando tonturas e até desmaios durante os exercícios.

Por isso, aposte nos carboidratos complexos, como arroz e pães integrais, batata doce, salada de frutas e naquele que é uma das iguarias mais ‘amadas’ pelos atletas: o açaí. Melhor ainda se for acompanhado de grãos como granola e aveia. Iogurte desnatado também é recomendado.

Isso se dá porque esse grupo de alimentos demora mais para ser digerido e não provocam diminuições significativas de energia, liberando a glicose gradualmente em nosso organismo. Portanto, evite carboidratos do tipo refinado, como pães e arroz branco, bolachas recheadas e produtos com muito açúcar, como alguns cereais e chocolate, que também dificultam a queima de gordura.

 

Frutas são sempre importantes

Naturais, leves e cheias de vitaminas, as frutas são ótimas opções de alimentação durante todo o dia, inclusive antes do treino. Além de proporcionar energia e diversas substâncias essenciais ao nosso organismo, vitaminas, sucos e frutas in natura, como a banana, ajudam a evitar lesões e também servem para repor sais minerais perdidos durante o dia-a-dia, como a água de coco. Contudo, evite ingerir somente líquidos antes de exercícios aeróbicos, como corrida ou natação, para evitar desconfortos estomacais.

 

Suplementos também são importantes

Fazer uso de suplementação alimentar também pode contribuir para atingir suas metas, seja para ganhar massa muscular ou perder peso, mas desde que com acompanhamento médico ou nutricional para evitar exageros provocados pelo uso incorreto desses produtos.

Um dos suplementos pré-treino mais recomendados, principalmente para exercícios intensos e de longa duração (uma hora ou mais) é o BCAA, uma cadeia de aminoácidos que se transformam rapidamente em energia, produzindo um efeito anti-catabólico. Ou seja, esse composto evita que nosso corpo procure energia (proteínas) em nossos músculos, queimando somente gordura e os próprios aminoácidos, quando necessário. Além disso, essa substância é essencial para a manutenção e o crescimento muscular.

O Whey Protein normalmente é utilizado no pós-treino para auxiliar na reconstrução muscular. Entretanto, também pode ser utilizado para alavancar o crescimento muscular. Mas seu consumo depende de sua intenção com os treinos.

 

Como fazer a dieta pré-treino corretamente

A quantidade e o tipo de alimento a ser consumido antes do treino depende dos exercícios e da intensidade em que você irá executá-los. Entretanto, seja qual for a dieta escolhida por você, faça com meia hora de antecedência do início das atividades físicas como musculação e uma hora antes de exercícios aeróbicos, como corridas, e sempre com acompanhamento de profissionais especializados.

Enfim, essas são nossas dicas de alimentação antes do treino e diversas combinações entre carboidratos, frutas, grãos e cereais podem ser feitas. Tudo depende do gosto do atleta.  

Após o treino, reponha as energias com proteínas.

 

Nós da LIMIAR 2 podemos te ajudar com sua dieta. Solicite orçamento.

 

Se você, caro leitor ou leitora, tiver outras dicas ou receitas de alimentação pré-treino compartilhe conosco.

 

Até a próxima!

Please reload

DESTAQUE

Se exercite com responsabilidade: conheça a Avaliação Física

April 22, 2016

1/10
Please reload

ARQUIVO
Please reload

TAGS
BUSCA